Ifac sugere aos países do G20 que continuem focados no progresso a longo prazo

Por Maristela Girotto
Comunicação CFC

A Federação Internacional de Contadores (Ifac, na sigla em inglês) lançou esta semana um documento, dirigido aos países que compõem o G20 – grupo formado pelos ministros de finanças e chefes dos bancos centrais das 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia –, solicitando que essas nações se mantenham focadas no futuro de longo prazo e no fortalecimento do compromisso com a sustentabilidade, a inclusão, a integridade e a colaboração global.

Segundo a Ifac, em relação ao enfrentamento dos desafios trazidos pela pandemia de Covid-19, os governos do G20 responderam com ações significativas de curto prazo, visando apoiar as pessoas e as economias. ”Hoje, a Federação Internacional de Contadores, que representa mais de três milhões de contadores em todo o mundo, está pedindo aos países do G20 que continuem focados no progresso a longo prazo, juntamente com suas prioridades imediatas de resposta e recuperação”, continua a publicação da Ifac.

Segundo Kevin Dancey, CEO da Ifac, embora a resposta imediata à Covid-19 seja de suma importância, as nações não devem tomar medidas que coloquem em risco outras prioridades globais urgentes e o progresso. “As ações e decisões que tomamos agora são cruciais, tendo em vista que trabalhamos para construir economias fortes e sustentáveis e para que as oportunidades do século XXI possam ser aproveitadas por todos”, disse Dancey.

Defendendo que os países do G20 desempenham um papel crucial na promoção de instituições e de modelos de governança que podem mitigar crises futuras, a Ifac pede aos líderes do Grupo que colaborem para acelerar a sustentabilidade e a inclusão; mantenham o foco na transparência e integridade do setor público; resistam à fragmentação regulatória; e reconfirmem a colaboração global. Acesse informações do documento da Ifac: https://bit.ly/2D420EC